09/04/2013

Minha linda Bergamota

Eu queria ter dentro da minha cabeça zilhões de histórias para contar. Criar personagens, com nomes, tipos físicos, me apegar a eles e até chegar a acreditar que são de verdade, como acontece quando leio os contos da Andréia.
Queria que meus riscos se transformassem em desenhos lindos, com cores, com tanta beleza que dá vontade de apertar contra o peito de tão lindos, como faz o Wagner.
Queria saber rimas, criar poemas, daqueles que a gente lê e jura que foram escritos para nós, dizem tudinho que está guardado lá no fundinho do peito, assim, igualzinho os do Alvaro e do Quin.
Queria sentir a energia que faz a Paula e a Gabe brilharem, queria andar pela rua espalhando estrelinhas por onde piso.
Queria fazer música, de tudo, de qualquer coisa... queria que de um toque saísse um acorde, uma canção. Dessas que nos fazem sorrir e nos deixam com caras de bobos, como fico ao ouvir o Marcio tocando...
Queria ter um pouquinho desses encantos, levar tudo para todo lugar, que nem a Cintia faz. Leva pra lá e pra cá, música, dança, poesia... tudo misturado e sem bagunça.
Queria eternizar o pôr do sol sendo carregado no bolso, brincar de fotografar sério como tantos amigos fazem...
Queria ter um dom,  só um. Não quero saber fazer tudo, mas um me bastaria. Um para dar mais graça a vida, ao meu mundo e apesar de ser grande ainda ter os olhos de menina. Queria brigar por isso com toda garra que o Eduardo tem.
Queria que a menina que eu fui, olhasse para mim e dissesse: "Parabéns, você fez tudo direitinho!"
Queria ter essa vida onde os sonhos não morrem e a felicidade é uma escolha permanente.
Queria estar dentro de uma casquinha , fina, com um monte de pedacinhos de gente feliz. Queria ser um GOMO pronto para dividir coisas lindas, que nem o pessoal do Bergamota.
Queria ter toda essa gente na minha vida, para me darem tantas alegrias que nem consigo contar nas minhas mãozinhas, mas tenho um tantão de outras que fazem tudo isso. Dedinhos que criam e tornam as coisas encantadoras. Mentes que viajam e me levam junto. Corações que espalham amor por onde passam. Esses todos,  tem cheirinho de BERGAMOTA.



2 comentários:

  1. Muito legal!!!!

    Uma homenagem e tanto aos seus amigos!!!!

    Gostei!!!

    ResponderExcluir
  2. Glênio tenha certeza que estás incluso na homenagem ;)

    ResponderExcluir

Vou adorar ler o que você tem a dizer sobre a minha postagem! Obrigado pelo carinho!